História

Cenário

A Mercopar surgiu e se desenvolveu ao longo da década de 1990, quando estava muito em voga a discussão sobre a prática da subcontratação industrial, cujo pressuposto envolvia a contratação das micro e pequenas empresas pelas médias e grandes empresas industriais dos mais diversos segmentos.

Diferencial

Não havia no Brasil nenhuma feira com o enfoque tão nítido para essa articulação entre as micro e pequenas empresas com as médias e grandes. Foi no Pavilhão de Subcontratação Industrial da Feira Industrial de Hannover que a equipe do SEBRAE/RS buscou a inspiração para se tentar algo semelhante no Rio Grande do Sul. Nascia, assim, em Caxias do Sul, principal polo industrial do Rio Grande do Sul, a Mercopar – Feira de Subcontratação Industrial do Mercosul. Uma união de Mercosul com parcerias.

O grande avanço metodológico da Mercopar, com o Projeto Comprador, foi criar oportunidade para que os pequenos negócios pudessem se integrar à cadeia produtiva mais ampla, recebendo estímulos para investir em tecnologia e buscar certificações de qualidade para processos e produtos, tendo em vista a necessidade de se adequarem às exigências da subcontratação industrial.

Internacionalização

Em 1998, a feira viveu uma fase de profunda revisão conceitual e reestruturação técnica, na qual se buscava novas parcerias e a ampliação de seus objetivos de negócios. Daí o SEBRAE/RS ter firmado parceria com Hannover Fairs Sulamérica, empresa do grupo Deutsche Messe AG, de Hannover.

Consolidação

A cada nova edição da feira, as equipes do SEBRAE/RS e da Hannover Fairs Sulamérica foram reformulando conceitos, agregando novos produtos de fomento.

A Mercopar é hoje um empreendimento consolidado, que ocupa um espaço importante no setor industrial brasileiro, e uma das maiores feiras de subcontratação e inovação industrial da América Latina.