Caxias do Sul/RS –  “Estamos muito felizes porque não estamos fazendo mais uma feira, estamos fazendo a 27ª edição da Mercopar”. Foi assim, reforçando a importância do evento, que o diretor Técnico do Sebrae RS, Ayrton Pinto Ramos, conduziu a abertura da mostra, que teve início nesta terça-feira, 2, em Caxias do Sul. O ambiente da feira é propício ao setor metalmecânico e serve como termômetro do mercado. “Aqui há a possibilidade de prospectar novos negócios, conhecer novas tecnologias e ter acesso a grandes empresas, propiciando a interface com as pequenas. Temos o Campus Party, com o foco na manufatura avançada, e destaco o Espaço de Negócios, onde temos 55 compradores, 235 vendedores e 1.500 reuniões de negócios”, afirmou Ramos, ressaltando que a Mercopar tem tecnologia atualizada a exemplo dos grandes eventos realizados na Alemanha e Estados Unidos. “A feira recém começou e já tive a sinalização de três empresas que fizeram reserva de espaço para o próximo ano”, pontuou ele.

De acordo com o diretor Técnico do Sebrae, as ações desenvolvidas na Mercopar abrangem ferramentas com conectividade, Big Data e Internet das Coisas. “A pequena empresa acha que é um patamar muito alto, mas o nosso trabalho é desmistificar isso. Não são só as grandes que podem trabalhar com essa melhoria de performance. A questão é que as pequenas empresas precisam estar aderentes a isso e capacitadas para atuarem com essas inovações”, explicou. Na sua opinião, existe muito o que aprender com os jovens. “Nós temos muito o que aprender com os novos empreendedores, nós que somos mais tradicionais, com modelos mais cartesianos. Hoje tu tens que errar e errar rápido. Podemos trabalhar com novos modelos justamente porque hoje as grandes empresas estão abrindo o seu olhar, principalmente com esta pauta de aprendizado, buscando uma permanente revisão dos seus negócios”.

DESAFIOS – O prefeito de Caxias do Sul, Daniel Guerra, elogiou e agradeceu empresários e expositores. “Viva a feira que leva a cidade e a região de Caxias mundo afora”, saudou.  A secretária Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Susana Kakuta, pediu para que todos fizessem uma reflexão. “A questão da crise tem afetado todos os setores, além de termos os desafios da globalização. Temos que pensar que no futuro a indústria terá que produzir muito mais com menos gente. Nós, do Governo do Estado, estamos alinhados a esses desafios. Temos aqui o BRDE e o Badesul que podem auxiliar nisso”, sintetizou Susana.

Já o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae RS e do Sistema Farsul, Gedeão Pereira, destacou que o mercado está com muitas dificuldades e muitos pontos a serem trabalhados. “O que está acontecendo na Mercopar é espetacular. O agronegócio continua crescendo, mas precisa de mais mercados. A indústria quer seguir em frente. Talento e gente capaz nós temos de sobra. Mas, então, por que não conseguimos competir com o mercado internacional? Precisamos fomentar esta gente que está aqui, nestes pavilhões. Diminuir impostos e dar mais saúde às empresas”, observou.

A Mercopar é promovida pelo Sebrae RS com o apoio institucional da Fiergs e é realizada no Centro de Eventos da Festa da Uva, até quinta-feira (4), no horário das 13h às 20h. Mais informações podem ser obtidas com a Trade Fairs Feiras e Eventos, pelo e-mail [email protected] e pelo telefone (51) 3067-5750. Na internet, acesse www.mercopar.com.br .

De Zotti – Assessoria de Imprensa
Crédito das fotos: Eduardo Rocha/Mercopar

Veja também

Economia Digital

Negócios

Internacionalizar para crescer e se sustentar

LEIA MAIS

Metalmecânico

Desempenho

Como utilizar corretamente o funil de vendas na indústria

LEIA MAIS

Energia

Fontes renováveis

Os desafios para desenvolver o biogás

LEIA MAIS

Notícias

Seguem abertas as inscrições para o Estande Coletivo de Startups

Seguem abertas as inscrições para o Estande Coletivo de Startups na Mercopar

Seguem abertas as inscrições para empresas interessadas em participar da Feira Me...

LEIA MAIS
Jornada 4.0 vai movimentar os três dias da Mercopar

Jornada 4.0 vai movimentar os três dias da Mercopar

Palestras, painéis, exposição e mesa redonda vão integrar as ações O suces...

LEIA MAIS
Randon e Marcopolo juntas na Mercopar 2019

Randon e Marcopolo juntas na Mercopar 2019

Empresas querem divulgar o projeto Hélice no evento que ocorre de 1º a 3 de outubro e...

LEIA MAIS
JAMO Equipamentos desde 2006 participando da feira

JAMO Equipamentos desde 2006 participando da feira

Com sede na cidade de Jaraguá do Sul/SC, a JAMO Equipamentos, que atua desde 1989 na f...

LEIA MAIS
Ver todas as notícias

Realização