TecnologiaAssitiva2

Caxias do Sul/RS – Enquanto as máquinas e robôs se destacam pelos corredores da Mercopar – Feira de Subcontratação e Inovação Industrial que acontece durante esta semana em Caxias do Sul, um espaço vem chamando a atenção por ser diferente do que a feira, tradicionalmente, costuma oferecer aos visitantes. E é justamente para mostrar que o “diferente” pode fazer parte da realidade de um número cada vez maior de pessoas, que a Mercur, empresa de Santa Cruz do Sul/RS, aceitou o convite do SEBRAE/RS para apresentar o conceito e a prática da chamada Tecnologia Assistiva.

A proposta é ampliar o acesso aos processos de descoberta do aprendizado a qualquer pessoa que tenha deficiência na motricidade fina, permitindo que elas possam desenvolver as Atividades de Vida Diárias (AVDs), ou seja, qualquer ação, como segurar um objeto, seja uma caneta, um lápis ou escova de dentes. Para isso, a Mercur desenvolveu engrossadores de borracha, que acoplados a esse tipo de objetos, permitem que as pessoas possam usá-los da maneira mais prática e confortável possível. Também fazem parte do espaço Tecnologia Assistiva na Mercopar o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS), a Faculdade de Tecnologia (FTEC) e a escola Vereda Criativa.

DESAFIOS – A inclusão social por meio de adaptadores surgiu a partir da troca de experiências entre a empresa e educadores. “Queríamos entender como seria possível oferecer nosso conhecimento para colaborar com a educação. Então, fomos ouvir professores e o que nos chegou com maior força foi a dificuldade de trabalhar com pessoas com deficiência”, afirma Silda Santos, da Mercur. Quem não possui nenhum tipo de domínio de movimentos também deve ser contemplado pelo projeto da Mercur. Neste caso, entram em ação as Oficinas de Tecnologia Assistiva no evento que segue até a próxima sexta-feira (09).

O grande desafio lançado durante a feira é que os educadores contribuam por meio da criação de objetos que facilitem a vida de quem não pode usar os engrossadores. São pessoas que, por não terem o domínio do movimento, não abrem nem fecham as mãos. Com materiais à sua disposição, como borrachas, lápis e papel, a educadora Rosane Cardoso Gil foi desafiada a criar a possibilidade de ação para pessoas que sofrem de esclerose múltipla. O resultado foi uma luva de borracha, similar às que são usadas em academias, onde um lápis com borracha na ponta contrária ao grafite pode ser fixado. “Isso permite que a pessoa desenhe, escreva e apague”, explica Rosane, que atua no projeto de Inclusão e Diversidade da Educação do Sesi, em Porto Alegre.

Os engrossadores de borracha são apenas parte do projeto da Mercur, que recebeu o nome de Diversidade de Rua. Lápis de cera, lápis de cor, frascos de tinta e cola, borrachas, são outros exemplos. Alguns produtos têm impressas informações em braile e Linguagem Brasileira de Sinais (Libras). “Tudo isso é uma proposta que deve fazer a sociedade pensar de um modo diferente acerca de sua realidade. É importante também para conscientizar estudantes de Design, para que comecem a olhar de forma especial para uma parte dessa sociedade que pode ter as mesmas chances de quem não tem deficiência alguma”, considera Silda. Para saber mais sobre o projeto, acesse o site www.diversidadenarua.cc. Considerada uma expressão ainda nova, porém cada vez mais difundida, a tecnologia assistiva representa a identificação de serviços, materiais e recursos que facilitam o dia a dia das pessoas com deficiência, ampliando sua independência e qualidade de vida.

A Mercopar é realizada pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Sul (SEBRAE/RS) e pela Hannover Fairs Sulamerica, empresa do Grupo Deutsche Messe AG. O cadastro para visitação, assim como mais informações, podem ser obtidas pelo site www.mercopar.mobidickhost.com.br.

De Zotti – Assessoria de Imprensa – Foto: Giovani Vieira /Divulgação/Mercopar

Veja também

Time de startup: como construir a equipe ideal

LEIA MAIS

Um olhar sobre inovação em economia digital nos EUA

LEIA MAIS

Tendências do setor metalmecânico para as pequenas indústrias 2019/2020

LEIA MAIS

Energia eólica já produz o equivalente a uma Itaipu no Brasil

LEIA MAIS

Notícias

Mercopar registra R$ 65 milhões em negociações realizadas pelos expositores e nas rodadas de negócio

Mercopar registra R$ 65 milhões em negociações realizadas pelos expositores e nas rodadas de negócio

Resultado foi 21% superior ao de 2018, o que demonstra a reação do setor industrial ...

LEIA MAIS
Sicredi Pioneira RS comemora sucesso na Mercopar

Sicredi Pioneira RS comemora sucesso na Mercopar

Palestras e interação com o público marcaram participação da cooperativa de crédi...

LEIA MAIS
Pix Force e Prakaranga são as grandes vencedoras do Sebrae Like a Boss

Pix Force e Prakaranga são as grandes vencedoras do Sebrae Like a Boss

Desafio levou 18 startups ao palco do Salão da Inovação na Mercopar Foi em cl...

LEIA MAIS
Movimento intenso e satisfação nos corredores da Mercopar

Movimento intenso e satisfação nos corredores da Mercopar

Os corredores lotados no último dia da Mercopar comprovam o sucesso da edição 20...

LEIA MAIS
Ver todas as notícias
Realização

Realização

Patrocínio Master

Patrocínio

Apoio