ibm1

Novas conexões e possibilidades de negócios são fortes premissas da Mercopar. Nessa edição não foi diferente e, uma entre as diversas ações para gerar negócios aproximando empresas, movimentou o espaço de palestras e de rodadas de negócios. Foi o Engajamento Coletivo, um programa que visa a aproximar as demandas das grandes empresas intensivas em capital de pequenas e médias com maior poder de personalização de atendimento, na busca por gerar ganhos mútuos por meio do que se denomina de inovação aberta.

O SEBRAE/RS e a IBM montaram um projeto experimental para apresentar esse programa para um setor transversal que é o de Tecnologia da Informacão. “A IBM escolheu a Teevo, empresa gaúcha com atuação nacional, para pilotar esse programa auxiliando as empresas participantes do programa a utilizarem tecnologia de ponta para atender suas demandas”, explica Rodrigo de Castro, diretor da Teevo. Na prática, esse programa possibilitou que seis grandes empresas intensivas em capital apresentassem suas demandas ou necessidades para oito menores.

Uma das características interessantes desse programa, segundo o gerente de projetos do SEBRAE/RS, Maico Fernandes, é que ele contempla vários segmentos. Por isso, em um primeiro momento, pode ser estranho ver uma empresa que atua no ramo da educação, por exemplo, avaliando possibilidades de negócios e soluções para sua rotina em uma feira com o perfil da Mercopar, direcionada especialmente à indústria. Foi o que aconteceu com a Caixa Literária, empresa que mantém um programa de incentivo à leitura em instituições de ensino com foco no desenvolvimento humano. “Nossa demanda, ou necessidade, hoje é um sistema que integra nossos públicos, além do final, que é o estudante, a família e a rede de ensino”, reforçou o proprietário da Caixa Literária Marcos Daniel Sehn Theisen.

Depois das explanações de cada empresário, as empresas ofertantes de serviços de TI conversaram com os possíveis clientes, oferecendo propostas para solucionar seus problemas. Raysa Towsend Carraro, da Lab 308, foi uma das que conversou com Theisen. “Minha ideia é apresentar a ele um estudo do mercado e do público que ele alcança. Antes de implantar um sistema é fundamental que se desenvolva um estudo bem direcionado com a mínima possibilidade de erro. Não adianta, por exemplo, desenvolver um excelente programa ou sistema de dados, se as escolas não possuem computadores que suportem essa demanda”, comenta Raysa, que atua na área de consultoria. Além da Lab 308, participaram da rodada as empresas Hub Express, Sowx, BTI, XL7, Keyworks, Via Flow e One Force. Elas apresentaram suas propostas para a 3D Protos.

A realização da Mercopar é do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Sul (SEBRAE/RS) e da Hannover Fairs Sulamerica, empresa do Grupo Deutsche Messe AG. Mais informações estão disponíveis no site www.mercopar.mobidickhost.com.br .

Fotos: Novas conexões e possibilidades de negócios são fortes premissas da Mercopar
Crédito: Eduardo Rocha/Divulgação/Mercopar

De Zotti – Assessoria de Imprensa

Notícias

POSICIONAMENTO MERCOPAR

POSICIONAMENTO MERCOPAR

Informamos que o Sebrae RS e a FIERGS mantêm a mobilização para a realização d...

LEIA MAIS
Mercopar 2020, uma das maiores feiras de inovação industrial da América Latina, será em outubro

Mercopar 2020, uma das maiores feiras de inovação industrial da América Latina, será em outubro

Sebrae RS e FIERGS mantêm a mobilização para a realização da Mercopar – Feira de...

LEIA MAIS
Mercopar registra R$ 65 milhões em negociações realizadas pelos expositores e nas rodadas de negócio

Mercopar registra R$ 65 milhões em negociações realizadas pelos expositores e nas rodadas de negócio

Resultado foi 21% superior ao de 2018, o que demonstra a reação do setor industrial ...

LEIA MAIS
Sicredi Pioneira RS comemora sucesso na Mercopar

Sicredi Pioneira RS comemora sucesso na Mercopar

Palestras e interação com o público marcaram participação da cooperativa de crédi...

LEIA MAIS
Ver todas as notícias
Realização

Realização