“Planejamento, determinação e propósito foram determinantes para o sucesso da Mercopar 2020”, afirma o diretor-superintendente do Sebrae RS, André Vanoni de Godoy.

Mercopar 2021 é oportunidade para visibilidade e geração de negócios

Diretor-superintendente do Sebrae RS, André Vanoni de Godoy, durante Mercopar 2020. Foto: Rafael Cavalli.

Confira abaixo a entrevista com diretor-superintendente do Sebrae RS, André Vanoni de Godoy, publicada em 26 de julho, no jornal Pioneiro. A 30ª Mercopar – Feira de Inovação Industrial, acontece nos dias 5, 6 e 7 de outubro, no Centro de Feiras e Eventos Festa da Uva, em Caxias do Sul / RS. 

 

O que significou realizar um evento do porte da Mercopar num período tão desafiador como foi 2020, e repeti-lo, agora, em 2021? Quais são os aprendizados?

A realização da Mercopar em 2020 foi resultado da obstinação por fazê-la acontecer. Esta é uma característica tanto do Sebrae, quanto da FIERGS, nossa atual parceira na organização da Feira. É claro que, para a sua, planejamos muito, analisamos cenários diversos, trabalhamos em realização definições de protocolos, especificações criteriosas, testamos o funcionamento da Feira. Além disso, ajudamos o mercado e muitas empresas a superarem os receios de se fazerem presentes no ambiente da Mercopar. E foi assim que anunciar. Contamos com o apoio da Prefeitura de Caxias do Sul, do Governo do Estado e de tantos parceiros fundamentais para que o evento se viabilizasse. Demonstramos que todos os cuidados possíveis em relação à proteção das pessoas estavam sendo tomados, e isso foi determinante. Acredito qual ditado que diz que o Universo favorece os ousados, e talvez isso também tenha nos ajudado. No dia seguinte ao encerramento da Mercopar 2019 iniciamos o planejamento para a Feira de 2020. Esta preparação, aliada à janela de oportunidade criada pelo recuo da pandemia a partir de outubro de 2020, resultou no grande acontecimento que foi a Mercopar 2020.  

O senhor acredita que a Feira assume permanentemente um formato híbrido, independente da pandemia?

Esta é uma tendência que deve permanecer. A feira presencial continuará importante, até porque temos muitos fabricantes de máquinas que querem expô-las. No mesmo sentido, o fortalecimento das relações interpessoais e empresariais, com o olho no olho dos parceiros, ainda é algo importante para a nossa cultura, e justifica a realização de eventos presenciais. No entanto, o formato digital garantiu seu lugar a partir da facilitação das parceiros parceiros, gerando novas oportunidades de realização de negócios nacionais e internacionais. A partir da experiência de 2020, construímos uma plataforma mais tecnológica e dinâmica que contribuirá muito para a efetividade dessas fontes. 

O que é possível destacar como grandes tendências da indústria e como uma demonstração isso da Mercopar?

Na Mercopar vamos dar ênfase à discussão sobre o futuro da indústria e sinalizar tendências e inovações. Sabemos que essa nova ordem mundial, no que se refere ao digital e às novas formas de relacionamento para a realização de negócios, é muito forte. Na pandemia, a internet não favoreceu apenas as relações sociais, mas o modo como se trabalha. Fazer também negócios passou por mudanças relacionadas com novas tecnologias, assim como uma maneira de se comunicar. Temos uma evolução muito rápida na questão das soluções digitais como, por exemplo, impressões 3D e realidade aumentada, o que contribui para a efetivação dos negócios que antes exigiam a presença e, muitas vezes, a necessidade de viagens. Hoje, com uma projeção em realidade aumentada, é possível analisar uma máquina ou equipamento à distância, como se estivessem na nossa presença física.  

Uma pandemia acelerou esse processo?

Acredito que foi o que aconteceu com todos nós. As interações via web já existiam, mas não tivemos alternativas e fomos obrigados a recorrer à tecnologia para mantermos contatos e nos comunicarmos. E isso não foi diferente para os negócios. Além de ser uma única maneira de comunicarmos durante uma pandemia, criamos novos hábitos de consumo. Quem não se adequar a essa nova realidade de uso da tecnologia, previsível, mas acelerada pela pandemia, vai perder mercado. Além disso, a velocidade com que o conhecimento se duplica aumenta cada vez mais, o que induz o desenvolvimento das novas tecnologias, que será adotadas pelas empresas. Lembrando que a Indústria 4.0 está no centro dessa discussão.

Mesmo diante desse novo cenário, participar presencialmente da Feira é uma experiência única. Como as novas tecnologias são relacionadas na Mercopar?

De diversas formas. Uma delas é uma área dedicada a startups dentro do Salão de Inovação, com a realização de desafios e propostas de soluções para os participantes. Além disso, são utilizadas tecnologias para permitir o acesso de um número maior de pessoas à Feira, com uma nova plataforma, mais sofisticada, que também favorece e potencializa a realização de negócios. As empresas expositoras também precisam a chance de apresentar aos visitantes suas inovações em termos de equipamentos e soluções para a indústria.

O que muda neste ano quanto aos protocolos de segurança sanitária?

Vamos manter todos os protocolos de segurança sanitária praticados no ano passado, adaptando-os, para melhorá-los, na medida do necessário.

Qual a sua mensagem para quem pensa em participar da Mercopar?

A Feira é extremamente importante para uma retomada econômica do estado e do país. Em 2020, a Mercopar foi praticamente uma única oportunidade que as empresas tiveram para realizar negócios. Neste ano, embora o cenário esteja mais favorável, o perfil sinalizador de tendências e de apresentação de novas tecnologias justificada a participação na Feira. Estar na Mercopar é fundamental para ser visto, lembrado, e, claro, alavancar negócios com novas oportunidades para projetar 2022. O evento tem protagonismo destacado, novamente se configurando, talvez, como a única feira de inovação industrial a se realizar no Brasil em 2021 . Além disso, também declaram muito conteúdo sobre o setor, com projeções do que teremos pela frente nos próximos anos: para onde a indústria vai olhar, como as tecnologias vão evoluir, como serão as relações entre parceiros e quais segmentos irão se destacar, como por exemplo, energia e manufaturas sustentáveis. Queremos a participação de empresas que buscam em desenhar seu futuro, acessando conteúdos relevantes para seu negócio, fortalecer suas vantagens com parceiros estratégicos, incrementar o volume de negócios no ano e ser a plataforma de lançamento para 2022. Trabalhamos para fornecer às empresas que acreditarem em nós a repetição do resultado recorde de R $ 128 milhões em geração de negócios de 2020, um aumento de 96% em relação a 2019. Neste ano em que comemoramos os 30 anos da Mercopar, queremos, mais uma vez, fazer uma Feira para entrar na história de nossos clientes.

 

Protocolo de Segurança Sanitária

Aos moldes do ano passado, quando foi a única feira presencial industrial realizada no país cumprindo todos os procedimentos para a sua realização em meio a uma pandemia do novo coronavírus, a edição de 2021 contará com rígidos protocolos de segurança sanitária durante o evento.

Sobre a Mercopar

A Mercopar é um espaço de geração de geração e negócios, disseminação de conhecimento sobre tendências da indústria e estímulo à economia. A maior feira de inovação e negócios da América Latina bateu recorde em 2020, com R $ 128 milhões em negócios gerados para os segmentos metalmecânico, tecnologia da informação, energia e meio ambiente, borracha, automação industrial, plástico, eletroeletrônico, movimentação e armazenamento e Iniciantes. A visitação durante os três dias do evento é gratuita mediante credenciamento online .

Mais informações podem ser indexadas no site www.mercopar.com.br.

 

Notícias

Mercopar 2022 terá mais um dia de programação e adiciona 60% a mais de área útil

Mercopar 2022 terá mais um dia de programação e adiciona 60% a mais de área útil

Promovida pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Rio Grande do Sul –...

LEIA MAIS
Mercopar 2021 supera expectativa e bate recorde com R$ 224 milhões em negócios gerados 4

Mercopar 2021 supera expectativa e bate recorde com R$ 242 milhões em negócios gerados

Promovida pelo Sebrae RS e pela FIERGS, a 30ª edição da Mercopar - Feira de Inovaç...

LEIA MAIS
Blockchain e suas aplicações foram temas de painel da 30ª Mercopar

Blockchain e suas aplicações foram temas de painel da 30ª Mercopar

Convidados abordaram como a rede vinda da criptomoeda irá impactar no mundo dos negóc...

LEIA MAIS
Tecnologias e futuro energético brasileiro são discutidos no último dia da 30ª Mercopar, em Caxias do Sul

Tecnologias e futuro energético brasileiro são discutidos no último dia da 30ª Mercopar, em Caxias do Sul

Fórum de Energia Distribuída debate a importância e a necessidade de buscar fontes a...

LEIA MAIS
Ver todas as notícias
Realização

Realização