Momento oportunizou um debate sobre a ESG e os motivos pelos quais as grandes empresas devem aplicar o conceito

Seminário Competitividade e Qualidade abordou como a inovação impacta a competitividade do mercado 1

Foto: Dudu Leal.

O 26º Seminário Competitividade e Qualidade, promovido pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC Caxias), debateu a inovação como impulsionadora da competitividade na tarde de quarta-feira (6), durante a 30ª Mercopar. Com o objetivo de oferecer reflexões e construir conceitos que permitam a compreensão da importância da inovação para a sociedade e o impacto que possui na competitividade. A abertura contou com a participação da vice-presidente da CIC Caxias, Maristela Chiappin, e do gerente regional do Sebrae Serra Gaúcha, César Maurício do Nascimento, que destacou a importância do evento estar acontecendo pelo segundo ano consecutivo durante a Feira. “Quando unimos forças, conseguimos fazer entregas melhores”, destacou. Para abordar o tema foram convidados o diretor Corporativo de Excelência Operacional e Tecnologia Industrial das Empresas Randon, Bernardo Bregoli Soares; a doutora em Engenharia e Sustentabilidade, autora do livro “The Green Factory e professora da UFRGS, Andrea Brasco Pampanelli; e do direito-superintendente do Sebrae RS, André Vanoni de Godoy.

Para apresentar como a inovação impactou dentro das Empresas Randon, o diretor Corporativo de Excelência Operacional e Tecnologia Industrial da organização, Bernardo Bregoli Soares, apresentou estratégias e resultados obtidos a partir da inserção de processos inovadores, como a ESG, além dos obstáculos enfrentados em diferentes períodos. “Temos um compromisso de dar mais competitividade para as empresas que formam o nosso cluster. Somos nós, como grande organização, que temos a responsabilidade de puxar a cadeia e esse contexto, porque acreditamos fortemente que a união é a chave do sucesso”, afirmou. Segundo o executivo, as Empresas Randon – que além de serem patrocinadoras master da 30ª Mercopar, estão presentes em um estande expondo seus produtos – trabalham com a crença de que as pessoas não se conectam apenas com as empresas, mas com o propósito delas. “Isso faz com que as pessoas produzam de forma efetiva, influenciando assim na competitividade”, ressaltou. Bernardo ainda explicou como a ESG, conceito que une o social, a governança e a sustentabilidade de forma estratégica dentro de uma organização, foi implantada nas Empresas Randon. “Precisa ser um processo natural, caso contrário, não converte para o bem do meio ambiente”, destacou.

Seguindo no tema ESG, a doutora em Engenharia e Sustentabilidade pelas Universidades de Cardiff/UK e UFRGS, Andrea Brasco Pampanelli, autora do livro The Green Factory, destacou que é preciso uma análise da organização antes de simplesmente implantar o conceito. “Deve haver um estudo para verificar qual será a abordagem da inovação, como será integrada e quais as práticas que se enquadram para cada tipo de organização”, disse, lembrando que inovar é muito além do que tecnologia: “Trata-se de resolver um problema, com soluções de mercado e em um ambiente de altos níveis de certeza”. Além de explicar que a sustentabilidade corporativa é a habilidade de unir riscos e identificar oportunidades, Andrea destacou que a prática é fundamental para as grandes empresas e que deve ser tratada como elemento de negócio. “Faz parte da visão estratégica, abordagem de negócios, análise de riscos e oportunidades”, afirmou, complementando: “Devemos definir onde queremos chegar, em termos de organização. Nem toda a empresa precisa fazer ou dar conta de tudo. É necessário estabelecer estratégia e saber o que faz sentido”.

“Inovação é tudo que traz algo novo para um processo que já existe”, afirmou o diretor-superintendente do Sebrae RS, André Vanoni de Godoy. Como exemplo, utilizou a própria Mercopar, que se consolidou e tornou-se um ambiente que oportuniza aos participantes presenciar as inovações disponíveis. “Após uma releitura do mercado em 2019, percebemos que a Mercopar precisava deixar de ser uma feira puramente industrial, e inserir mais inovações para promover negócios, apresentar tendências e proporcionar networking”, disse. Em recente pesquisa, o mercado gaúcho apresentou mais de 2,7 milhões de empreendedores, figurando na 4ª posição entre as 44 economias pesquisas e revelando que o grande desejo de empreender vem da vontade de fazer a diferença no mundo. Apesar dos dados expressivos, Godoy alerta que o Rio Grande do Sul ainda possui um nível de inovação entre os empreendimentos muito baixo. “Temos um ambiente propício, instituições que incentivam, um governo que busca soluções, mas isso não está chegando nas empresas”, ressaltou, reforçando a importância da iniciativa do ecossistema de inovação. “É preciso soluções rápidas, que possam atender demandas não só de grandes organizações, mas também para a sociedade como um todo”, finalizou.

Protocolo de Segurança Sanitária

Aos moldes do ano passado, quando foi a única feira presencial industrial realizada no país cumprindo todos os procedimentos para a sua realização em meio à pandemia do novo coronavírus, a edição de 2021 contará com rígidos protocolos de segurança sanitária durante o evento. Saiba mais aqui .

Sobre a Mercopar

A Mercopar é um espaço de geração de geração e negócios, disseminação de conhecimento sobre tendências da indústria e estímulo à economia. A maior feira de inovação e negócios da América Latina bateu recorde em 2020, com R $ 128 milhões em negócios gerados para os segmentos metalmecânico, tecnologia da informação, energia e meio ambiente, borracha, automação industrial, plástico, eletroeletrônico, movimentação e armazenamento e Iniciantes. A visitação durante os três dias do evento é gratuita mediante credenciamento online .

A visitação durante os três dias é gratuita e limitada, mediante credenciamento online em https://bit.ly/Credenciamentomercopar. O público pode acompanhar as atrações também de forma virtual, por meio da plataforma da 30ª Mercopar, no link https://bit.ly/MercoparDigital2021. Para participar, é necessário ter idade mínima de 18 anos, visto que a Feira tem caráter técnico de negócios.

Mais informações podem ser indicados no site www.mercopar.com.br

Notícias

Mercopar 2021 supera expectativa e bate recorde com R$ 224 milhões em negócios gerados 4

Mercopar 2021 supera expectativa e bate recorde com R$ 224 milhões em negócios gerados

Promovida pelo Sebrae RS e pela FIERGS, a 30ª edição da Mercopar - Feira de Inovaç...

LEIA MAIS
Blockchain e suas aplicações foram temas de painel da 30ª Mercopar

Blockchain e suas aplicações foram temas de painel da 30ª Mercopar

Convidados abordaram como a rede vinda da criptomoeda irá impactar no mundo dos negóc...

LEIA MAIS
Tecnologias e futuro energético brasileiro são discutidos no último dia da 30ª Mercopar, em Caxias do Sul

Tecnologias e futuro energético brasileiro são discutidos no último dia da 30ª Mercopar, em Caxias do Sul

Fórum de Energia Distribuída debate a importância e a necessidade de buscar fontes a...

LEIA MAIS
Avanços da liberdade econômica foi tema de painel na Mercopar

Avanços da liberdade econômica foi tema de painel na Mercopar

Momento reuniu representantes de poder público municipal e federal no IV Seminário Br...

LEIA MAIS
Ver todas as notícias
Realização

Realização
Patrocínio Master
Patrocínio
Apoio
Cia Aérea Oficial
Apoio Institucional