Startups são parceiras na busca pela inovação dentro das grandes empresas

A inovação por meio da utilização de startups foi o tema discutido no Encadear Summit, que integra a programação da Mercopar 2019. Durante um dos painéis, ocorrido na tarde de terça-feira (01), e tendo como mediador o secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, Luis da Cunha Lamb, foram apresentados projetos de encadeamento produtivo entre empresas âncoras e micro e pequenas empresas. Na oportunidade, o secretário salientou a necessidade da mudança cultural dentro das organizações. “Não somente na parte técnica, mas, essencialmente, na alteração de pensamento dentro das empresas, visando não só ao público interno, mas ao consumidor e fornecedor”, observou ele.

No painel, o executivo do Instituto Hélice, Thomas Job Antunes, explicou a forma de trabalho da organização na região da Serra Gaúcha, quando quatro grandes empresas (Randon, Marcopolo, Soprano e Florense) realizam trabalho de conexão com startups. Coube, então, ao Instituto Hélice apresentar as condições para a parceria. “Partiu-se da lógica da escassez para a lógica da abundância, em um movimento colaborativo em que todos atuam em conjunto, criando uma nova forma de pensar”. Na palestra, Antunes explicou que a utilização de startups na criação de ideias e soluções economiza tempo e recursos das empresas, e cria uma fonte de receita para os pequenos empreendedores da área digital. O sucesso do projeto foi reconhecido e, com isso, o Instituto Hélice já conta com 13 empresas associadas que procuram por novas ideias por meio de incubadoras de startups como a TecnoUCS (Parque de Ciência, Tecnologia e Inovação da Universidade de Caxias do Sul).

Alexandre Gewehr, gestor de Tecnologia da Informação da AGCO, falou da importância da inovação no processo de crescimento da empresa. “Somos grandes, mas há uma certa lentidão no processo de criação dentro da estrutura interna, por isso a necessidade de inovarmos, dando aos nossos colaboradores a oportunidade de questionarem as regras existentes”. A partir daí, explicou ele, a empresa formou um núcleo criativo e de inovação, além de ampliar o trabalho com entidades privadas, universidades e parcerias com o Senai e startups.

Também apresentaram suas experiências, Cássio Souza, responsável pela excelência operacional da Schneider Electric América do Sul, e Rodrigo Alberto Moreira Gomes, da mineradora Nexa Resources.

De Zotti Comunicações
Foto: Eduardo Rocha

Veja também

Time de startup: como construir a equipe ideal

LEIA MAIS

Um olhar sobre inovação em economia digital nos EUA

LEIA MAIS

Tendências do setor metalmecânico para as pequenas indústrias 2019/2020

LEIA MAIS

Energia eólica já produz o equivalente a uma Itaipu no Brasil

LEIA MAIS

Notícias

Mercopar registra R$ 65 milhões em negociações realizadas pelos expositores e nas rodadas de negócio

Mercopar registra R$ 65 milhões em negociações realizadas pelos expositores e nas rodadas de negócio

Resultado foi 21% superior ao de 2018, o que demonstra a reação do setor industrial ...

LEIA MAIS
Sicredi Pioneira RS comemora sucesso na Mercopar

Sicredi Pioneira RS comemora sucesso na Mercopar

Palestras e interação com o público marcaram participação da cooperativa de crédi...

LEIA MAIS
Pix Force e Prakaranga são as grandes vencedoras do Sebrae Like a Boss

Pix Force e Prakaranga são as grandes vencedoras do Sebrae Like a Boss

Desafio levou 18 startups ao palco do Salão da Inovação na Mercopar Foi em cl...

LEIA MAIS
Movimento intenso e satisfação nos corredores da Mercopar

Movimento intenso e satisfação nos corredores da Mercopar

Os corredores lotados no último dia da Mercopar comprovam o sucesso da edição 20...

LEIA MAIS
Ver todas as notícias
Realização

Realização

Patrocínio Master

Patrocínio

Apoio